6.26.2012

Caldo de mocotó


Nesse tempinho frio, nada melhor que um caldinho. Nesse frio já fiz sopa de feijão, caldo verde e canja. Pô, vamos fazer algo diferente, né? 
Passando outro dia pela geladeira do mercado, vi o mocotó bem embaladinho e não tive dúvida. Levei. Chegando em casa, procurei bastante por receitas e encontrei várias formas de fazer, uma completamente diferente da outra! Peguei um tanto ali, outro acolá, mais um toque meu e pronto. saiu um caldinho dimais de bão, aprovado pelo marido.
Mas confesso a vocês. Não gosto de mocotó. Nunca suportei o cheiro e houve apenas uma vez que eu comi e gostei. Foi na casa da minha avó lá de Recife: pirão de mocotó e nhame com manteiga de garrafa. Mas só. 


Vamos ao que interessa.

Primeira parte: 

1 pata de vaca (+/- 1,5kg) em rodelas
Suco de 1 limão
2 folhas de louro
sal 
água para cobrir.

  • Lave a pata muito bem e coloque de molho em água e o limão por 30 minutos.
  • Escorra a água, leve à panela de pressão com o sal, o louro e água até passar de 2 dedos do mocotó. Leve ao fogo e, quando der pressão, abaixe no mínimo e deixe cozinhando por uns 40 minutos. A carne tem que estar solta do osso quando finalizar.
  • Separe os ossos, pique a carne, devolva para o caldo e, depois de frio, leve para a geladeira por 24 horas.
  • Após esse período, retire com uma colher toda a gordura que ficou por cima. A consistência fica de uma gelatina bem firme.


Segunda parte:

Metade do caldo aí de cima (a outra metade eu mandei para minha mãe!)
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
1 colher (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de extrato de tomate
Salsinha e coentro bem picadinhos a gosto
2 ramos de hortelã

  • Coloque o caldo-gelatina em uma panela e derreta em fogo baixo. Retire a espuma que vai formando por cima.
  • Enquanto isso, refogue a cebola e o alho no azeite.
  • Quando o caldo estiver líquido e quente, junte o refogado e o resto dos ingredientes. Deixe ferver por 3 minutos.
  • Pronto! Sirva com pão e um fio de azeite.



Observação: A primeira etapa pode ser feita sem ter que deixar descansando o caldo. Eu fiz assim para tirar a gordura, que acho desnecessária e excessiva.